quarta-feira, 11 de julho de 2012

Você sabe o que é match race?



Douglas Carbonera e Luciano Nichetti vão correr um match race em Tarumã, no dia 5 de agosto, no DESAFIO 250. Mas... Você sabe o que é match race?

Match race nada mais é do que um acelera com data marcada. É quando dois pilotos se desafiam para uma arrancada, um verdadeiro racha, só que dentro de uma pista de competição. É a essência da arrancada, é o que deu origem ao esporte.

E você sabe quem são Douglas Carbonera e Luciano Nichetti?

Se você conhece arrancada, no mínimo já deve ter ouvido falar esses nomes. São dois pilotos bastante conhecidos e donos de diversas vitórias e recordes nas competições por categorias. Além disso, os dois juntos foram pioneiros ao formar uma equipe para competir fora do Brasil, com Carbonera nos bastidores e Nichetti ao volante do Chevy Cobalt, um 4 cilindros com cerca de 1400 cv de potência que é um dos carros de tração dianteira mais rápidos do mundo, andando na casa de 7 segundos baixos em 402 metros!

Cobalt com a bandeira brasileira: Correndo nos states.

No Brasil, Luciano é mais conhecido por pilotar carros da categoria Força Livre Dianteira. Seu Gol atingiu marcas na casa de 9 segundos baixos.

Gol força livre de Nichetti
Douglas por sua vez é o homem dos Opalas, como não poderia deixar de ser, já que o cara é da serra, tradicional reduto de gringos opaleiros. Montou um belíssimo Opala turbo amarelo que chegou a andar na casa de 8 segundos pela extinta categoria Stock. Além disso, também possui um Opala aspirado, com o qual competiu e venceu provas na categoria STT e até fez uma participação na ND2 no ano de 2010.

Opala turbo monstro de Carbonera
Carbonera correndo em Tarumã na ND2 em 2010: Foi bem, mas abandonou.

E os dois amigos começaram de brincadeira uma provocação, que surgiu da rivalidade natural dos turbeiros com os opaleiros. A brincadeira foi crescendo e foi marcado o match race. Luciano Nichetti irá competir com um Audi S2 4x4 turbo de 5 cilindros e Douglas Carbonera com uma C10 de 6 cilindros aspirada com nitro. Apesar de nenhum dos dois pretender participar com suas "top guns", no decorrer das provocações online algumas coisas interessantes começaram a acontecer...

C10 6 cilindros aspirada com nitro
Audi S2 5 cilindros 4x4 turbo
Ambos carros estavam montados, prontos para andar. Mas nenhum querendo perder para o outro, começaram as modificações. Foram surgindo fotos e mais fotos de turbinas, bielas, carburadores, garrafas, embreagens, pneus... Todas as armas possíveis e imagináveis para não perder a batalha.

Carburadores e nitro para a C10
M/Ts gigantes para a C10
Embreagem gringa para a S2
Turbinão, pistões e bielas para a S2
 Se tornou uma guerra de ideologias, cada um apostando no tipo de carro que gosta e na preparação em que acredita. E quando as coisas chegam a esse ponto, a derrota começa a doer. E assim mesmo é que deve ser, pois não se vai a uma corrida para medir um tempo, mas sim para sentir-se vivo. Perder para um carro similar pode ser a derrota da pilotagem ou da preparação. Mas perder dessa forma é a derrota moral de tudo aquilo em que se acredita como piloto, como hot rodder e em ultima instância, como pessoa.

Quando as coisas chegam nesse ponto, não há vitória ou derrota apática. O que quer que ocorra, será intenso e ficará para sempre na memória não só dos dois, mas de muitos outros que estarão vendo a mais genuína forma de competição de arrancada que existe: Competir por aquilo em que se acredita.

3 comentários:

  1. Mto bom msm!!! PARABÉNS

    ResponderExcluir
  2. esse vai ser um match race loko de se ver em .. pena que estou tão longe, na esperança de ver ao vivo pelo hot campinas.
    boa sorte aos dois e estou torcendo pelo Nichetti com um bom "turbeiro" que sou .....

    ResponderExcluir

Seguidores